RAZÕES PARA AGRADECER

RAZÕES PARA AGRADECER

4ff9d0_4acab50fbb6141729d09c022a2d2e58b-mv2_d_4592_3056_s_4_2.jpgFomos culturalmente habituados a pedir, mais do que agradecer, ou a fazer apenas pequenos agradecimentos que caracterizam a boa educação, mas não a agradecer realmente de coração, aquilo a que chamamos gratidão. Talvez porque se por um lado tenhamos acreditado que se pedirmos aos céus, a deus, ao divino, as nossas súplicas serão atendidas, por outro por vezes parece que o facto de agradecermos nos tira da posição de mártires e supostamente os mártires são bem aceites e compreendidos socialmente… mero engano, mera armadilha!

É o agradecimento que nos preenche antes mesmo das nossas vontades serem atendidas… sim, sei, a questão é, o que agradecer quando tudo parece que vai mal? Vou agradecer o quê? Ouve-se muitas vezes… e se chegados a este ponto não conseguimos ver as pequenas bençãos que nos rodeiam, é porque a nossa alma se encontra vazia!

Tornar o agradecimento num estilo de vida, é o primeiro passo para uma vida de abundância! E não, não falo apenas da prosperidade financeira, mas antes no sentido de que quando percebemos que a vida é generosa para nós e só temos motivos para agradecer, tornamo-nos abundantes, porque ao mesmo tempo, isso permite-nos ver o lado bom das coisas. Há imensos motivos para agradecer.

Pelas pessoas que nos rodeiam, não precisam de ser muitas, bastam ser as certas. Sejam os amigos, a família, seja aquela pessoa que conhecemos há uns dias e já nos apoiou de alguma forma, seja pelo sorriso de alguém com quem nos cruzamos no trabalho, num passeio no shopping, pela palavra certa no momento oportuno que alguém afirmou, o café que alguém ofecereu, a oportunidade que surgiu, o abraço sentido.

Agradecer pelo que sentimos. Pelo amor que somos, pela alegria que nos faz vibrar, pela tristeza que nos faz libertar, pela raiva que nos faz agir, pelas tomadas de consciência a cada momento, as “fichas caídas” que nos fazem evoluir.

Agradecer pelas experiências que a vida oferece. Pelas melhores de sempre, também pelas piores, pois são aquelas que nos fazem aprender, experienciar e evoluir. São aquelas que nos permitem ter o termo de comparação e saber o que gostamos e o que não gostamos, são também estas que nos fazem valorizar as melhores coisas da vida, são aquelas que em determinado momento não compreendemos, mas que no tempo certo têm sempre um sentido.

Agradecer pelo tempo que faz, porque o sol e o calor nos convidam a exteriorizar, a bronzear, mas o frio e a chuva nos convidam ao bem estar interno acompanhado por um chá. Não sei onde estás neste momento, nem o que fazes, mas estar consciente que tudo o que tens e te envolve neste exato mometo são já motivos para agradecer!

Sim, claro, jamais a gratidão justifica o ficar-se na área de conforto porque supostamente estamos muito agradecidos pelo que temos e por isso fica tudo igual. Não, não é isso. É antes sentires-te pleno neste exato momento e de coração cheio por tudo o que em nós já existe, sabendo, confiando e agradecendo a mudança que está por vir e por isso deixando a vida fluir.

Agradecer é lembrarmo-nos da magia de vida que somos, pois a existência de cada um de nós é já uma dádiva e é o valor mais fundamental, pois é esse que tudo nos permite. Agradecer a nós mesmos por nos permitirmos a cada dia sermos cada vez melhor. Agradecer e gratidão são palavras que não se gastam. Pelo contrário, quanto mais usadas, mais enchem e preenchem, quanto mais sentidas, mais abundantes somos.

Agradeço-te por estares aí.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s