7 DIAS, 7 METAS

7 DIAS, 7 METAS

7 metas 7 dias blogQuando queremos fazer alguma mudança na nossa vida, de alguma forma colocamos esse objetivo como algo que precisa da data certa, do dia e hora certos para acontecerem… por isso esperamos pelo início do ano ou por setembro, ou pelo início de determinado mês e quando chega finalmente o momento previsto, por vezes isso não acontece, porque provavelmente criamos metas demasiado colossais e com isso vacilamos!

A vida é simples e o conceito de viver também, por isso pequenas mudanças fazem já a diferença no teu dia, na tua semana, naquela hora. Sim, eu sei, todos temos objetivos maiores, claro, mas talvez fazer algo que possa mudar o nosso dia de forma simples, seja precisamente o que precisamos no momento e, quem sabe, a motivação e o trampolim para algo maior.
Prescrição: 1 por dia!
Vai a algum sítio novo
Não, não estou a falar de uma grande viagem. Falo de algo mais simples e de fácil acessibilidade. Um jardim, um café, uma loja, onde tu quiseres. Provavelmente aquele lugar que tenhas dito: um dia tenho de vir aqui! Pois, eis o dia. E não esperes até que alguém te acompanhe, pois isso pode atrasar o propósito. Vai agora e aproveita.
Marca (finalmente) aquele café com aquele amigo que não vês há anos
“Um dia destes temos de marcar, já não nos vemos há tanto tempo” e o tempo passa e passa e passa e vamos vendo a vida do tal amigo no facebook e sentimos a saudade e o pensamento “um dia temos de marcar qualquer coisa”, mas a seguir pensas na falta de tempo… bah! Na sociedade que temos creio que vamos ter sempre essa sensação de falta de tempo, por isso, vamos marcar o tal café mesmo assim e não permitir que nada interfira com isso. Esse encontro será com certeza tão refrescante que trará energia para os próximos dias.
Fala desde o coração
E isto não implica ser-se agressivo na forma como se fala. Não é o que se diz, mas a forma como se diz que faz a diferença. Podemos falar a partir do coração de forma assertiva e pacífica. Tantas vezes não o fazemos porque temos receio de como o outro vai reagir ao que diremos, tememos magoar e ao fazer isso acabamos por não sermos sinceros connosco mesmos. Com suavidade e sinceridade, deixemos o coração falar.
Faz algo que há muito tens vontade, mas tens vindo a adiar
Chegou o dia! É hoje. O que tanto anseias fazer mas tens adiado? Com certeza tens até uma listinha de coisas e, mais uma vez digo, podem ser as coisas mais simples e não aquelas que implicariam uma mudança radical de vida. Com pequenos passos se fazem grandes mudanças e se formos já realizando pequenos feitos que nos dão prazer, melhor. Ler um livro? Ir à praia ou a uma esplanada? Ver uma exposição? Telefonar a alguém? É agora!
Presta o teu apoio a algo/alguém
Porque enquanto mudas o teu dia, podes mudar o dia de alguém e o bom disto é que se pode tornar positivamente contagioso. Sim, podes apoiar um amigo ou familiar que possa estar a passar por uma situação desafiante e, às vezes, basta um telefonema, uma mensagem com aquelas palavras que confortam e fazem sentir que tudo vai correr bem. Podes ajudar o filho da tua amiga em alguma atividade, podes deixar alguém passar à tua frente na fila do supermercado, podes tão simplesmente sorrir para alguém que percebes que está triste… as possibilidades são infinitas e o teu dia, diferente!
Faz algo fora da tua zona de conforto
Esta é um pouco diferente da que referi acima. Aqui é mesmo para veres como efetivamente és capaz de fazer algo a que tens vindo a resistir pelos mais diversos motivos. Isto pode ser através de coisas tão simples como fazeres um caminho diferente quando vais para casa, mudares de penteado ou relaxares quando dizes ser uma pessoa muito ativa. No fundo, pode ser uma pequena coisa antagonista de algo confortável para ti… é, eu sei que só de pensar custa, mas basta que seja algo simples. Arrisca-te.
Dá uma prova de amor a ti próprio
Sim! Quantas vezes não estamos a passear e nos lembramos de comprar alguma coisa para alguém de quem gostamos muito, assim aquelas pequenas lembranças cheias de significado “só porque me lembrei de ti”. E se hoje fosse diferente? E se hoje te oferecesses a ti mesmo, mas assim conscientemente, aquele almoço naquele local especial, aquela flor, aquele livro, aquela massagem… e não, não é “vou comprar porque preciso”, mas antes “vou comprar porque gosto de mim”. Há melhor declaração de amor a ti mesmo?
São dicas simples, não são? Mas podem fazer tanto a diferença e, ainda por cima, são tão alegres e prazerosas. Vamos experimentar? Partilha também as tuas próprias dicas, vamos animar mais ainda os nossos dias de forma simples.
Desejo-te uma excelente semana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s